Aprender a Estudar Textos

DENTRO DA ESCOLA . 2014

Durante o segundo semestre de 2014, realizamos um estudo piloto sobre o uso dos conteúdos e propostas da plataforma Aprender a Estudar Textos (AET) organizados em sua primeira versão impressa, Aprender a Estudar Textos. Duas professoras de classes de 5º ano do Ensino Fundamental, em duas escolas públicas da cidade de Castanheira (MT) – Escola Municipal Castanheira e Escola Estadual Maria Quitéria – aceitaram voluntariamente participar da pesquisa.

Aprender a Estudar Textos é um material que oferece aos professores do 4˚ e do 5˚ ano do Ensino Fundamental orientações para a análise da estrutura e do conteúdo informativo presentes nos textos escolares das disciplinas de História e Ciências, sugerindo e exemplificando como o trabalho com textos informativos pode ser enriquecido de forma a garantir que as crianças continuem a aprender sobre a linguagem por meio do conhecimento de diversos conteúdos disciplinares.

Neste estudo piloto, um total de 38 alunos de entre 9 e 10 anos de idade foram atingidos.

Durante um mês e meio realizamos reuniões semanais com cada uma das professoras participantes. Nas reuniões, apresentamos os princípios de trabalho que orientam as propostas de AET e propusemos sequências de atividades para serem realizadas em sala de aula com os alunos. As sequências foram planejadas a partir do estudo de 3 textos do livro didático de História para uma das escolas e de 4 textos de Ciências para a outra. No total, acompanhamos e registramos o desenvolvimento de 4 aulas em cada turma.

A análise do conjunto de evidências coletadas (respostas das professoras às entrevistas, implementação do projeto em sala de aula e produções escritas dos alunos) revelou que a qualidade das oportunidades de aprendizagem que o projeto esperava criar se associaram ao nível de conhecimento psicopedagógico e do conteúdo disciplinar das professoras. Assim, observamos que a professora com maior conhecimento psicopedagógico e do conteúdo da disciplina conseguiu explorar a linguagem nas atividades propostas para ajudar os alunos a compreenderem o conteúdo do texto e, ao mesmo tempo, a se apropriarem dos modos como se representam e se expressam tais conteúdos.

Identificamos, ainda, pontos que devem ser ajustados e/ou melhorados em nosso material, o que nos permitiu traçar planos de continuidade.

Compartilhe

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar