Casos e Referências

Contar educa: o que as crianças podem aprender em suas interações com o universo dos números?

Contar educa: o que as crianças podem aprender em suas interações com o universo dos números?
23 de julho de 2018..
Este artigo faz parte da série:

Série Educa

Os números estão presentes no universo diário das crianças e elas certamente os observam e pensam sobre eles. Que tal, então, considerarmos o que podem aprender quando contam e quando recitam números?

Cotidianamente, são muitas as situações que colocam as crianças diante deste universo: a identificação do número da casa, do prédio ou mesmo do apartamento, dos andares num elevador, dos números nos telefones, dos preços de produtos em feiras, mercados e lojas, dos números inseridos nos rótulos de produtos ou daqueles que marcam as páginas de um livro etc. Há também os números relacionados à idade da criança, ao dia do mês ou às horas do dia.

Além de observar, as crianças aprendem um bocado por imitação, produzindo e reproduzindo gestos ou palavras, como quando ensinamos os bebês e as crianças pequenas a mostrarem com os dedos quantos anos elas têm (ou irão completar) e a repetirem o nome dado ao número. Ainda que pareçam situações extremamente simples, são as primeiras oportunidades para que as crianças comecem a aprender sobre o universo numérico.

Quando pensamos nesses pequenos (nos bebês e nas crianças até 3, 4 anos), há muitas brincadeiras cantadas que trazem a sequência numérica e contribuem para que eles escutem e, gradativamente, aprendam a reproduzi-la. Inserir essas brincadeiras e canções no repertório que apresentamos às crianças é bem interessante. No trânsito, no banho, em situações de espera, por exemplo, essas canções podem estar presentes.

Do mesmo modo, conforme vão crescendo, cabe provocarmos outras interações, especialmente para que as crianças se atentem à presença dos algarismos cumprindo distintas funções, tais como contagem, medição, ordenação, codificação etc. Os algarismos são os mesmos, grafados do mesmo modo, mas sua função demanda diferentes jeitos de interpretá-los.

Acompanhar a execução de uma receita culinária pode ser uma ótima oportunidade para refletir sobre os números presentes nesses textos instrucionais e que indicam variadas medidas: 1 xícara de farinha, 2 colheres de chocolate em pó, 1 litro de leite etc. Em outro contexto, é possível observar e comparar os preços de produtos em mercados. Nesse caso, ler os preços para as crianças também é importante já que R$ 5, 30 não significa quinhentos e trinta, tampouco cinco, três, zero, mas cinco reais e trinta centavos. Cada contexto de uso traz peculiaridades sobre as quais as crianças podem pensar e aprender.

Ainda em relação ao dinheiro, organizar um cofrinho e, vez por outra, checar quanto se tem acumulado é um jeito de entender o funcionamento dos números nessa situação e ainda de compreender relações de inclusão: uma moeda de 1 real equivale a 10 moedas de dez centavos, por exemplo. Outra situação oportuna para interagir com os números está na organização de coleções (sobre este tema, saiba mais clicando aqui). Os objetos a serem colecionados podem ser os mais variados, mas é sempre interessante controlar a quantidade obtida e até mesmo registrá-la. Brincadeiras e jogos populares, como pular corda, são também situações em que as crianças interagem com a contagem. Vale ainda fazer o registro periódico da altura da criança, por exemplo: numa folha de papel bem comprida ou até mesmo em marcações na parede, essas medidas podem ser registradas e retomadas como forma de acompanhar seu crescimento.

As situações são as mais diversas, mas importa considerar que aprender sobre os números, seus usos sociais, aprender a contar e a calcular não é algo fácil e rápido. Ao contrário, é parte de um longo e complexo processo para o qual as experiências mencionadas até aqui, bem como outras que podem ser proporcionadas às crianças cotidianamente, contribuem muito. Nessas interações, em parceria e contando com o apoio de adultos, as crianças vão explorando os números, os algarismos, vão começando a pensar sobre uma diversidade de situações matemáticas que os envolvem e ainda vão compreendendo as funções importantes que isso tudo ganha no nosso dia a dia.

No nosso aplicativo, Apprendendo, confira algumas dicas para potencializar essa interação das crianças com os números. Nos ambientes “Cozinha”, “Feira” e “Restaurante”, por exemplo, você encontrará várias dessas sugestões! Baixe-o gratuitamente em seu dispositivo móvel, via Google Play ou Apple Store.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar
Casos e Referências . Criança, Cidade e Cidadania, Relações ...

Andar pelas ruas educa: e o que as crianças podem aprender?

Neste post da série Educa, discutiremos algumas aprendizagens que as crianças podem realizar quando ...

Casos e Referências . Infância e Sociedade, Diversidade, ...

Conviver Educa: como as crianças aprendem compartilhando o dia-a-dia com pessoas diferentes

Em mais um post da série Educa, saiba sobre as importantes aprendizagens que acontecem na convivência ...

Casos e Referências . Infância e Sociedade, Desenvolvimento ...

Compartilhar Educa: o que as crianças aprendem quando dividem espaços e pertences com outras pessoas?

Confira, em mais um post da nossa série Educa, aspectos importantes sobre esse movimento tão básico ...

Casos e Referências . Desenvolvimento Infantil, Criança ...

Cozinhar Educa: o que as crianças aprendem nas interações com os alimentos e a culinária?

Neste post da série Educa, confira importantes aprendizagens que as crianças realizam ao observar e ...

Casos e Referências . Desenvolvimento Infantil, Saúde ...

“Se Sujar” Educa: o que as crianças aprendem se sujando?

Confira, aqui, algumas das aprendizagens que as crianças realizam em situações em que lidam com terra, ...

Casos e Referências . Desenvolvimento Infantil, Educação ...

Apreciar Educa: o que aprendem as crianças na interação com as artes?

Nesse post da série Educa, apresentamos algumas das aprendizagens realizadas pelas crianças quando apreciam ...