teste
Dicas Práticas e indicações

Documentário “NaturePlay” reitera o valor de brincar na natureza

Documentário “NaturePlay” reitera o valor de brincar na natureza
Em parceria com Catraquinhaicone-link-externo

O Catraquinha é fruto de uma parceria entre o Instituto Alana e o Catraca Livre. O site reúne informações interessantes para pais, educadores e familiares – de agenda cultural a projetos transformadores para a infância – com o intuito de empoderá-los para que interfiram positivamente no desenvolvimento das crianças, deixando-as exercer em sua plena potência a criatividade e a autonomia.

21 de dezembro de 2016..

Brincar livremente e em contato com a natureza traz inúmeros benefícios para o desenvolvimento infantil, como já mostramos aqui e aqui. Nosso parceiro, Catraquinha, apresenta o documentário que traz algumas experiências desse contato em escolas Educação Infantil de outros países.

O premiado documentário “NaturePlay”, do diretor dinamarquês Daniel Stilling, propõe ao espectador uma viagem pelas instituições de educação infantil da Dinamarca, Suécia e Noruega. O que acontece de diferente por lá? As escolas e o ensino infantil são pensados e estruturados para priorizar a brincadeira livre e o contato das crianças com a natureza.

Reunindo opiniões de especialistas de diferentes lugares, o filme faz uma dura crítica ao modelo de ensino conteudista, que submete crianças a testes para avaliar seu conhecimento adquirido, e às escolas que diminuem, cada vez mais, o tempo do recreio e os horários dedicados à brincadeira livre.

No Brasil, algumas iniciativas levantam a bandeira da importância de aproximar a infância do mundo natural e do brincar livre. O I Seminário Criança & Natureza, por exemplo, realizado em junho deste ano, lançou oficialmente no Brasil um movimento nacional nesse sentido. O evento contou com a presença do ativista internacional Richard Louv, que, em entrevista ao Catraquinha, foi categórico ao afirmar que “Os pediatras estão começando a prescrever natureza”. O movimento Slowkids organiza eventos gratuitos pelo Brasil para ofertar às famílias a oportunidade de brincar livremente em contato com a natureza.

Como comprovar se o modelo de ensino apresentado pelo documentário é eficiente? A resposta para essa pergunta pode gerar muitos questionamentos, apesar disso, pesquisas e levantamentos, como o relatório “Situação da Infância no mundo”, do Unicef, apontam esses países, Dinamarca, Suécia e Noruega, entre os 10 melhores países para uma criança crescer, onde seus direitos, entre eles o direito à educação e ao Brincar, são respeitados e garantidos.

Ainda não há previsão para o lançamento do filme no Brasil, enquanto isso, você pode assistir ao trailer (em inglês):

Confira aqui também algumas experiências similares realizadas em escolas brasileiras.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar