fbpx
Casos e Referências

Incrível história de uma menina que cresceu com animais selvagens

Incrível história de uma menina que cresceu com animais selvagens
20 de fevereiro de 2014

O que você faria se estivesse na savana africana de frente com o mamífero mais feroz e veloz do mundo, com garras afiadíssimas: o grande leopardo? A primeira reação provavelmente seria de medo. E uma criança, como reagiria? Será que nosso medo, como adultos, foi aprendido?

Nunca tendo visto um mamífero igual na sua frente, talvez uma criança não sinta o mesmo que nós… a sua primeira sensação poderia ser: “olha, será que esse animal é amigo?” e institivamente se aproximar.

tipi 4

A garotinha francesa Tippi Degré nasceu na savana africana há mais de dez anos. Seus pais, ambos fotógrafos da vida selvagem, passam grande parte de suas vidas viajando. Devido a isso, Tippi cresceu na selva da Namíbia. Por estar tão perto dos animais, ou apenas por ter certa sensibilidade e confiança, a garotinha passou a infância interagindo com animais selvagens.

Os pais sempre afirmaram que Tippi possuía um relação diferente com os animais. Para ela, eles nunca apresentavam uma ameaça, apesar de já ter passado por alguns apertos… afinal, animais são bastante imprevisíveis. Entretanto, ela nunca perdeu sua confiança.

tipi 5

O que faz uma criança ser assim?

De onde ela adquiriu essa confiança?

Por ter nascido naquele ambiente, provavelmente ela foi entendendo que os animais não representavam uma ameaça. A paixão por eles veio quase que naturalmente… ao invés de estar rodeada por humanos, ela estava rodeada por animais. A partir desse momento, talvez, ela tenha se identificado com eles, da mesma maneira que faria com um humano, e passou a entender a sua maneira selvagem de ver o mundo.

As fotos e os vídeos de Tippi com os animais são surpreendentes. Nós, que temos medo de animais selvagens, não conseguimos acreditar como uma menininha tão pequena consegue interagir tão calmamente com gigantes, ferozes, assustadores, imprevisíveis.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar