Dicas Práticas e indicações

“Joca”: primeiro jornal brasileiro voltado para as crianças

“Joca”: primeiro jornal brasileiro voltado para as crianças
Imagem retirada de Unsplash
4 de Maio de 2018..

Um jornal para formar leitores críticos e antenados sobre o mundo à nossa volta!

Manter-se em dia com os acontecimentos cotidianos é um hábito bastante comum para os adultos, que assistem aos telejornais, abrem os portais de notícias na internet, ou folheiam o bom e velho jornal de papel. Mas e as crianças? Como elas têm acesso a esses eventos?

Para trazer à tona a suas próprias opiniões a respeito de acontecimentos, com frequência nos depararmos com os pequenos reproduzindo algumas falas trazidas de casa para comentar as notícias, baseando-se em informações, por vezes vagas, a respeito do que ouviram circular. Foi pensando nisso que ninguém mais, ninguém menos que as próprias crianças decidiram reivindicar o direito de ter um jornal pensado para elas, que desse conta de traduzir, de maneira fácil e acessível, as atualidades para discutirem entre os seus colegas.

Stéphanie Habrich, que é a diretora executiva do jornal “Joca”, disse em matéria para o nosso parceiro Catraquinha que: “é fundamental formar crianças e jovens para participar de práticas reais de leitura e escrita, para que possam ler e compreender a si mesmos e o mundo que os cerca”. Com esse objetivo em mente, jornalistas e pedagogos se debruçaram sobre a ideia para produzir os primeiros exemplares impressos, com conteúdos que versam sobre o Brasil, o Mundo, Cotidiano, Comportamento, Tecnologia, Finanças, Social, Esporte e a seção Repórter Mirim, que compõem os editoriais desse jornal.

É com bastante cuidado, ética, imparcialidade, pesquisa e consulta a diversos especialistas que o jornalismo infantil vem sendo construído. Aproximar as notícias da realidade dos pequenos é fundamental para que eles se interessem e vejam sentido nesse tipo de leitura, que informa e traz tantas curiosidades bacanas a respeito da vida compartilhada.

Os produtores de conteúdo do Joca ainda ressaltam: “Sempre escolhemos as pautas mais relevantes do momento. Além disso, tentamos variar os assuntos. É importante que o jornal não fique trágico ou triste demais. Os leitores devem ter consciência do que está acontecendo no Brasil e no mundo, mas também devem saber que, apesar dos problemas, há muitas pessoas que estão trabalhando para tornar o mundo um lugar melhor para se viver. Por isso, também investimos muito em notícias boas, inspiradoras”.

No Toda Criança Pode Aprender acreditamos que iniciativas como essa têm um potencial transformador enorme, tanto por dar voz e protagonismo ao público infantil, que quer fazer parte e tem todo o direito de estar por dentro do que acontece à sua volta, como também por investir na leitura, na linguagem e na formação de um pensamento crítico desde cedo.

E você, o que pensa sobre isso? Deixe seu comentário contando a sua opinião e acesse online o site do Joca para conhecer melhor o periódico.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar