Dicas Práticas e indicações

Jogar para tornar a escola mais democrática

Jogar para tornar a escola mais democrática
Em parceria com Centro de Referências em Educação Integralicone-link-externo

O Centro de Referências em Educação Integral é uma iniciativa da Associação Cidade Escola Aprendiz em parceria com outras organizações não governamentais e com o apoio da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A intenção é promover a pesquisa, o desenvolvimento, aprimoramento e difusão gratuita de referências, estratégias e instrumentais que contribuam para a formulação, gestão e avaliação de políticas públicas de Educação Integral no Brasil.

30 de agosto de 2017..

Jogo criado por ONG favorece reflexões e instiga opiniões das crianças e adolescentes sobre o espaço escolar. Confira neste post do nosso parceiro Centro de Referência em Educação Integral.

Como a escola pode ser melhor? Como os adultos podem ouvir as crianças? Estas são algumas perguntas do jogo De Olho na Escola, que a partir de brincadeiras que trazem diagnósticos e propostas estimula a participação de crianças e adolescentes na construção de um ambiente escolar mais democrático.

Desenvolvido pela ONG Ação Educativa, o jogo pode ser baixado gratuitamente e utilizado por alunos a partir de 8 anos. Também é possível utilizá-lo com crianças menores contanto que em colaboração com aquelas que já dominam a leitura.

“Eu gostei das perguntas, de a gente estar cada um dando a sua opinião”, conta Isadora Ribeiro, aluna do quinto ano da EMEF Solano Trindade, na cidade de São Paulo, que experimentou a brincadeira junto a outros colegas.

O De Olho na Escola é uma das ações criadas em prol do monitoramento participativo dos Planos de Educação pelo portal De Olho nos Planos, que também lançou materiais didáticos e um vídeo para conscientizar a sociedade civil da necessidade de participação na construção de uma escola melhor para todos.

“O monitoramento participativo é uma reação ao esvaziamento que estamos vendo dos planos de educação. Por isso, queremos principalmente que o uso desses materiais seja estimulado no processo das etapas municipais e estaduais da Conferência Nacional de Educação 2018”, diz Denise Carrera, da Ação Educativa.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar