Casos e Referências

“Morgan’s Inspiration Island” – o primeiro parque aquático acessível para pessoas com deficiência!

Imagem retirada de Pixabay
2 de outubro de 2017..

Conheça essa iniciativa inovadora e inclusiva, inaugurada em San Antonio, Texas (EUA).

No dia 17 de junho de 2017, Gordon e Maggie Hartman tiveram o orgulho de abrir ao público as portas do primeiro parque aquático projetado para pessoas com mobilidade reduzida. A ideia e o próprio nome do lugar surgiram da filha do casal, Morgan, uma jovem de 23 anos de idade com múltipla deficiência.

A mãe conta que Morgan foi a catalisadora de todos os projetos que criaram para ajudar a comunidade de pessoas com deficiência. A família recorreu a elas, aos médicos, terapeutas, professores e cuidadores para pensarem juntos em como seria esse projeto, que culminou em um parque com uma área de 32 mil metros quadrados, recebendo um investimento de Us$17 milhões.

Piscinas com pequenos escorregadores, canhões, cortinas d’água, áreas amplas cheias de brinquedos que esguicham e um passeio pelo rio com tema tropical são apenas algumas das atrações oferecidas por lá. Logo na entrada os visitantes podem trocar suas cadeiras de rodas convencionais por cadeiras de rodas adaptadas e à prova d’água que, em vez de baterias elétricas, utilizam câmaras de ar comprimido para o seu funcionamento. Além disso, para que os visitantes sensíveis ao frio ainda possam aproveitar os brinquedos existem equipamentos de controle de temperatura da água, bem como algumas zonas especiais, longe de barulho, que permitem que pessoas com maior sensibilidade auditiva não se incomodem tanto com o volume dos sons. Animais acompanhantes são permitidos em certos setores e toda a água utilizada é filtrada e reutilizada, fazendo com que sua circulação seja a mais saudável e sustentável possível.

Antes da abertura oficial, crianças, jovens e adultos com deficiência foram convidados a testar todos os equipamentos do parque, com o intuito de verificar se os brinquedos contemplam, de fato, toda a coletividade. Pessoas com deficiência, seja ela auditiva, visual, física, respiratória, recebem ingressos gratuitos para usufruir do parque, podendo brincar livremente por seus espaços. Maggie Hartman afirma que o objetivo deles é fornecer uma experiência ótima, em um ambiente inclusivo, seguro e confortável.

Que esse seja o primeiro de muitos empreendimentos comprometidos com a inclusão e nos inspire a pensar cada vez mais em como tornar os espaços mais acessíveis e atrativos para toda a população!

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar