Casos e Referências

Quem são as crianças e jovens fora das escolas brasileiras?

13 . September . 2017

Dados publicados pelo INEP e analisados pela economista Mariana Leite permitem identificar os distintos grupos de crianças e jovens que não frequentam a escola. Confira aqui.

Em pesquisa recente sobre a evasão escolar, realizada pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), foi identificado que dos 38 milhões de crianças e jovens entre 4 e 17 anos cerca de 2,5 milhões não frequentam a escola. Segundo texto publicado pelo blog da revista Veja, este número se aproxima do total de crianças nascidas a cada ano no país.

O próprio INEP divulgou dados que, analisados pela economista Mariana Leite, do IDados, permitiram mapear quais os grupos de crianças e jovens mais atingidos, ou seja, aqueles mais propensos a não frequentar a escola ou a abandonar os estudos:

– Cerca de 800 mil crianças de 4 a 6 anos estão fora da escola. Esse grupo deveria frequentar a Educação Infantil e muitos municípios e zonas rurais ainda não dispõem de instituições para atender essa faixa etária, indicando que o problema da universalização da pré-escola ainda existe no país;

– Aproximadamente 1,2 milhões de jovens de 15 a 17 anos deixaram a escola por excesso de reprovações. Além disso, apenas 1/3 deste grupo trabalha;

– 65% das meninas entre 10 a 17 anos que já são mães estão fora da escola.

O que estes dados nos levam a pensar? O que cabe ao sistema de ensino e o que cabe à sociedade em relação a estes índices? Quanto tempo levaremos para que a escola (e de qualidade) seja mesmo um direito que todas as crianças e jovens brasileiros possam exercer?

O que você pensa sobre isso? Compartilhe conosco sua opinião!

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar