fbpx

Aprender a Estudar Textos

DENTRO DA ESCOLA . 2021

Aprender a Estudar Textos é uma metodologia de formação continuada para professores do Ensino Fundamental I, especialmente de 4˚ e 5˚ ano, que oferece recursos pedagógicos para incorporar a linguagem dos textos escolares como uma ferramenta para ensinar e aprender.

 

O desafio

Os professores têm a responsabilidade de promover as condições para que cada um dos seus alunos desenvolva a capacidade de ler e compreender textos, ou seja, de construir significados a partir desses instrumentos privilegiados para acessar o conhecimento socialmente produzido.

O principal objetivo do projeto é promover o uso em sala de aula de estratégias inovadoras de trabalho com textos didáticos que possam contribuir para que os estudantes se apropriem da linguagem acadêmica como porta de entrada ao mundo do conhecimento. Assim, espera-se contribuir para a formação de leitores ávidos e críticos, que não só compreendem o que leem nas diferentes áreas curriculares, como também aprendem a pensar, refletir, formar opinião, dialogar e estabelecer relações entre os conteúdos das mesmas.

Em 2021, o projeto está sendo implementado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Caieiras (SP), articulando o processo formativo a uma pesquisa acadêmica, em uma nova colaboração com Paola Uccelli (Harvard Graduate School of Education) e o Laboratório de Estudos e Pesquisas em Economia Social (LEPES).

Mapa Caieir

 

Formação

Está prevista realização de 20 encontros semanais de formação entre agosto e dezembro, com uma duração de 3h, nos horários formais de trabalho coletivo (HTPC) da rede. Além disso, o projeto inclui períodos destinados ao planejamento individual, à realização prática das atividades em sala de aula, bem como à documentação pedagógica das mesmas. 

Participam da formação 39 professores do 4º ano e 37 do 5º ano do Ensino Fundamental, bem como as coordenadoras pedagógicas de todas as escolas da rede e as orientadoras responsáveis da Secretaria de Educação. 

Diferentemente dos planos de aula convencionais, que chegam com propostas fechadas, o percurso formativo do projeto Aprender a Estudar Textos está organizado em torno de planejamentos de caráter modelar. Isso significa que, para trabalhar em sala de aula com cada um dos textos sugeridos, propomos um recorte dos conhecimentos didáticos e de conteúdo (tanto da História quanto da Linguagem) que precisam ser articulados na prática, de  maneira alinhada à Base Nacional Comum Curricular.

A cada proposta estudada e implementada em sala de aula, esperamos que o professor desenvolva as ferramentas necessárias para selecionar com autonomia os materiais e as tarefas que vão ajudar seus alunos a “mergulhar” nos textos para aprender.

Dadas as restrições para o controle da pandemia de COVID-19, o processo está ocorrendo em modalidade online, com apoio da plataforma digital do projeto (aet.labedu.org.br) e de ferramentas pedagógicas que visam aproximar os professores do know-how gerado por pesquisas acadêmicas sobre práticas de leitura que garantam qualidade e equidade na aprendizagem. 

Após seis meses de trabalho, espera-se que:

  • Os alunos participem de atividades de leitura e estudo, assumindo um papel mais ativo na sala de aula.
  • Os alunos desenvolvam maior familiaridade e possibilidades de compreensão de textos acadêmicos.
  • Os professores aprendam sobre a linguagem acadêmica como objeto de conhecimento e sobre estratégias adequadas para incorporá-las nas suas práticas de leitura em sala de aula.
  • Os professores se apropriem do planejamento, do registro e da avaliação do trabalho pedagógico como práticas estruturantes de sua ação profissional.

Pesquisa 

No início de 2020, realizamos um levantamento de dados junto a 34 professores e 1.090 alunos do 4º ano das 12 escolas da rede municipal de Caieiras (SP). Infelizmente, a pandemia de COVID-19 e o consequente fechamento das escolas impediu o prosseguimento das atividades planejadas.

Nossa proposta para 2021 foi coletar uma nova linha de base com estes mesmos professores e alunos, buscando entender de que maneira cada turma foi afetada pelo cenário da pandemia. Para isso, estão sendo utilizados os seguintes instrumentos:

  • Avaliação da Linguagem Acadêmica (ALA).
  • Instrumento de Compreensão de Leitura (PIRLS), com foco em textos narrativos e informativos.
  • Questionário Beliefs and Expectations of Students and Teachers Inventory (BEST), centrado nas expectativas de professores e alunos sobre o ambiente escolar.
  • Questionário Sociodemográfico.

Além disso, a pesquisa aprofundará o processo de apropriação de conhecimentos pedagógicos pelos docentes participantes da formação. De que forma incorporam novas referências sobre o que fazer, como fazer, por quê fazer (no que diz respeito ao ensino) e sobre as aprendizagens que resultam desse processo, no contexto das práticas de leitura propostas pelo AET? Em que medida os professores modificam suas práticas e sua reflexão sobre a prática ao longo do processo formativo?

Para isso, estamos desenvolvendo junto ao LEPES um instrumento para o Mapeamento do Raciocínio Pedagógico do Professor (MARPP), que será aplicado 3 vezes ao longo do semestre.

Compartilhe

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar