teste
Casos e Referências

Apreciar Educa: o que aprendem as crianças na interação com as artes?

Apreciar Educa: o que aprendem as crianças na interação com as artes?
5 de Maio de 2017..
Este artigo faz parte da série:

Série Educa

Nesse post da série Educa, apresentamos algumas das aprendizagens realizadas pelas crianças quando apreciam obras de arte.

 

A interação com as mais distintas formas de expressão artística pode se iniciar muito cedo. As crianças pequenas podem ser apresentadas a um amplo universo de possibilidades: ouvir músicas clássicas, ouvir e observar títulos literários, interagir com esculturas, pinturas ou instalações expostas em museus ou espaços públicos, assistir a filmes e peças de teatro… apenas para citar alguns exemplos. E o contato com as artes não atua apenas no âmbito da diversão, mas também das aprendizagens.

Ser apresentado ao universo artístico e aprender a apreciar permite conhecer distintas formas de expressão criadas e produzidas pela humanidade, ao longo das épocas e por diferentes culturas. Além disso, favorece o olhar estético e sensível, permitindo também que a criança conheça e lide com distintas interpretações e maneiras de compreender e representar o mundo – real e imaginário. Estão em jogo aprendizagens relacionadas ao âmbito cognitivo e emocional, afinal, todas as formas de arte visam mexer com nossos sentidos e emoções. Também é comum que comentemos e opinemos sobre elas. E tudo isso é importante ser vivido desde a infância.

Também não podemos deixar de lado a importância das artes para a criatividade e a imaginação das crianças, que as tornam capazes de viajar pelos mais distintos mundos enquanto apreciam uma obra.

É indispensável salientar que não é preciso ter amplos conhecimentos sobre cada forma de expressão artística ou sobre história da arte, da música, da literatura e afins para começar a aprecia-las. É no próprio contato com as obras que a criança pode ser instigada a buscar mais informações, o que certamente contribuirá para ampliar seu potencial de apreciação. Uma visita a um museu, por exemplo, pode despertar o interesse da criança por conhecer mais sobre um artista e sobre sua produção ou mesmo por experimentar produzir como ele. A leitura de um livro de um determinado gênero ou autor pode instigar a curiosidade por conhecer outros livros similares. Ou seja, é por meio da interação com as artes que as crianças podem ampliar seus conhecimentos sobre elas.

Também é válido, é claro, antecipar informações, como acessar o site de um museu antes da visita, ler a sinopse de um livro antes de adquiri-lo ou retirá-lo da biblioteca, ou conhecer curiosidades da vida de um artista.

Outra questão importante diz respeito aos modelos com os quais as crianças convivem: também somos nós, adultos, que podemos apresentar as produções artísticas às crianças e ser referência de alguém que aprecia e conversa sobre isso.

Se pensarmos na relevância para o desenvolvimento infantil, dentre tantas e tantas possibilidades e demandas, não podemos deixar de lado a apreciação, já que Apreciar também Educa!

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar