fbpx

Lançamento do livro “Palavras às professoras que ensinam a ler e a escrever”

11 de novembro de 2020..

Com autoria de Ana Teberosky, livro coordenado por Beatriz Cardoso e Angélica Sepúlveda, propõe uma infraestrutura do ensino e da aprendizagem da leitura e da escrita.

Palavras às professoras que ensinam a ler e a escrever Teberosky, A. (2020). Palavras às professoras que ensinam a ler e escrever. São Paulo: Editora Moderna.

 

Aprender a ler e a escrever não é um processo fácil. Não há uma regra certa, mas sim a capacidade de desconstruir e apresentar à criança a riqueza dos textos em suas diversas dimensões, as regras de funcionamento do sistema de escrita, bem como a linguagem, seus usos e recursos. O papel da professora é fundamental na vida de cada criança que ela ensina. Pensando nisso, a Fundação Santillana, a Moderna e o Laboratório da Educação lançarão no dia 12 de novembro, às 11h, o livro Palavras às professoras que ensinam a ler e a escrever, da autora Ana Teberosky e coordenação de Beatriz Cardoso e Angélica Sepúlveda. O evento será transmitido ao vivo nas redes das três organizações, com a presença da autora, das organizadoras e dos diretores da Fundação Santillana.

 A convite do Laboratório de Educação, Ana Teberosky produziu a obra com o objetivo de apresentar insumos concretos às professoras que estão na sala de aula. A autora possui uma longa trajetória na pesquisa, na década de 1980, ela escreveu, com Emilia Ferreiro, Psicogênese da língua escrita. Após avançar no processo de construção de conhecimento em crianças pequenas, dedica sua trajetória profissional a seguir compreendendo o processo de aprendizagem da linguagem escrita em suas diferentes dimensões, bem como a se aprofundar nas situações de ensino que permitem às crianças alcançar o desenvolvimento pleno nesse campo.

Sua obra sintetiza o processo de ensino e aprendizagem da leitura e da escrita e compartilha uma pauta fundamentada para a ação em sala de aula, sempre colocando a professora como produtora de sentido em sua prática. Dividido em sete capítulos, o livro aborda o sistema de escrita, as crianças que aprendem e o processo de ensino e aprendizagem; a infraestrutura para o ensino e a aprendizagem; o sistema e as unidades de escrita. Fala também sobre as tarefas encadeadas para planejar atividades de ensino e aprendizagem; critérios psicopedagógicos das tarefas encadeadas; relações entre os materiais e as atividades de LVA e visualização conjunta dos textos; e as relações entre os materiais e a participação ativa da criança na aprendizagem.

 O volume é uma importante contribuição para a atuação de cada professora em sala de aula, que reflete na abertura de oportunidades para que seus alunos transitem com liberdade e autonomia na leitura e na escrita em vez de experimentarem um acesso mecânico ao universo da alfabetização. Palavras às professoras que ensinam a ler e a escrever mostra que superar essa desigualdade depende de inúmeros fatores, e a alfabetização e a escolaridade inicial têm papel fundamental para esse avanço. 

O livro estará disponível em versão digital e gratuita a partir de 11/11 no site da Fundação Santillana e do Laboratório de Educação, e pode ser acessado diretamente no link

Livro: Palavras às professoras que ensinam a ler e a escrever
Autores: Ana Teberosky
Coordenação: Beatriz Cardoso e Angélica Sepúlvida
Edição: Fundação Santillana e Moderna
Quando: 12 de novembro, às 11h
Download do livro: Clique aqui

Transmissão ao vivo no nosso Facebook!

Compartilhe
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.