teste
Casos e Referências

Mapa da Desigualdade da Primeira Infância

Mapa da Desigualdade da Primeira Infância
Imagem retirada de Mapa da Desigualdade da Primeira Infância
17 de Janeiro de 2018..

Saiba mais sobre a realidade das crianças de 0 a 5 anos na cidade de São Paulo.

Você sabia que há registros de casos de violência sexual contra crianças em 44% dos distritos do município de São Paulo? E que a mortalidade de crianças de 0 a 1 ano é 21 vezes maior na região da Sé do que na região de Perdizes? E que 40% das crianças da cidade vivem em localidades com os piores índices sociais? Ou ainda que o número de crianças por turma numa creche da região periférica pode ser até 144% maior do que em outros distritos da cidade?

Estes e outros indicadores foram publicados no Mapa da Desigualdade da Primeira Infância, iniciativa da Rede Nossa São PauloPrograma Cidades Sustentáveis e Fundação Bernard van Leer, em lançamento ocorrido em dezembro do ano passado.

Foram analisados 28 indicadores que envolviam as crianças diretamente (tempo aguardado para agendamento de consulta pediátrica, vagas em creches e pré-escolas, índices de doenças respiratórias, mortalidade etc.), ou suas famílias (maternidade na adolescência, renda salarial, violência contra mulheres etc.) e ainda as condições do entorno no qual estão inseridas, como oferta de saneamento básico. Os diversos dados permitem conhecer bem mais detalhadamente as condições de vida das crianças na cidade de São Paulo e confirmam a importância de considerarmos a presença de diferentes infâncias dentro de um mesmo município, além da necessidade urgente de que o poder público (executivo, legislativo e judiciário), a sociedade civil e o setor empresarial se envolvam e busquem caminhos para melhorar o quadro apresentado.

Investir e cuidar da primeira infância, dando às crianças condições plenas e favoráveis de desenvolvimento, trará impactos não apenas ao longo desse fundamental período da vida, mas também na vida adulta e, de forma ainda mais ampla, na sociedade em que vivemos.

Vale a pena conhecer e divulgar o Mapa e o resultado a partir de cada indicador. A seguir, imagens que apresentam o contexto brasileiro e os distritos mais citados entre os piores para a infância:

Imagem retirada de: Mapa da Desigualdade da Primeira Infância

Imagem retirada de: Mapa da Desigualdade da Primeira Infância

Para conhecer melhor a metodologia utilizada e cada indicador avaliado, acesse aqui. Para ler os dados na íntegra, acesse aqui.

 

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar