fbpx
Casos e Referências

Os contos de fadas e o crescimento emocional das crianças

Os contos de fadas e o crescimento emocional das crianças
Ilustração de Alice and Martin Provensen para "The Provensen Book of Fairy Tales".
4 de Maio de 2015
Este artigo faz parte da série:

Contos de fadas e o desenvolvimento emocional das crianças

Conheça a nova série de posts do Toda Criança Pode Aprender sobre os contos de fadas! Venha descobrir como essas belas histórias cheias de magia podem ajudar no crescimento emocional infantil!

Há muito tempo, os contos de fadas encantam crianças e adultos. Por que será que mesmo com todas as transformações que aconteceram de geração em geração essas histórias não perderam sua importância? O que as faz tão interessantes para as crianças?

A nova série de posts do Toda Criança Pode Aprender explorará como os contos de fadas podem ajudar no desenvolvimento emocional infantil. Nas narrativas, os personagens principais são quase sempre heróis e heroínas que precisam superar obstáculos para alcançar sua realização. Os perigos e decepções que acontecem durante a trajetória são determinantes para que o protagonista cresça, torne-se mais forte e aprenda mais sobre si e sobre a vida.

Ao entrarem em contato com as histórias, as crianças encontram personagens e eventos com os quais se identificam e que as ajudam a compreender e nomear as vivências pelas quais estão passando. Assim, muitas das angústias infantis, como as relacionadas ao amadurecimento, à construção da própria identidade e ao lugar ocupado na família, podem ser elaboradas de modo lúdico, tornando-se menos assustadoras. Isso ocorre inclusive porque a criança não se sente tão só em sua empreitada em direção ao crescimento: os contos contribuem para que perceba que seus sentimentos e sensações são algo socialmente compartilhado.

As narrativas são muito ricas e cheias de símbolos que comportam mais de uma interpretação. Cada um vivenciará as histórias a partir de um olhar. Não pretendemos esgotar essas compreensões, mas sim apresentar alguns olhares possíveis ao longo desta nova série de posts. Para isso, usaremos como referência as análises presentes nos livros “A psicanálise dos contos de fada”, do psicanalista Bruno Bettelheim, e Fadas no Divã”, de Diana Lichtenstein Corso e Mário Corso.

Convidamos você a mergulhar conosco nesse encantador mundo de histórias, criaturas mágicas, aventuras e aprendizagens!

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar