Casos e Referências

Sim, eles também podem!

Imagem retirada de A Boy Can Too
06 . September . 2017

Não perca essa sensível série de fotos que retrata garotos de vários lugares exercendo suas paixões que ainda são taxadas como “coisas de menina”.

Foi por meio de uma postagem na plataforma Hypeness que conhecemos uma importante iniciativa realizada por Kirsten McGoey, fotógrafa que se engajou em um projeto por ela intitulado A Boy Can Too (em tradução livre, Um menino também pode). Ela conta que ao observar seus filhos nutrindo um gosto especial por atividades que culturalmente costumam ser destinadas às garotas, como a dança, o sapateado, a culinária, etc., rememorou seus tempos de menina, quando também viveu certos impasses por gostar de “coisas de menino”.

Por meio da fotografia, Kirsten busca chamar atenção para essas questões de gênero que, ao enquadrarem meninos e meninas em padrões que ditam o que podem ou não fazer, acabam muitas vezes tolhendo interesses, curiosidades e formas de expressão das mais variadas.

“Quis escutar cada um deles enquanto os clicava pelas lentes da câmera, buscando investigar mais a fundo os seus hobbies e o que sentem quando são capazes de realiza-los sem o julgamento alheio. Muitos disseram que é ótimo, pois finalmente se encontraram em algo que são bons e sentem prazer em fazer!” Alguns rapazes mais velhos, entre seus 13 e 16 anos, contam que já chegaram a desistir de muitas coisas pelas pressões vindas de fora a respeito de seus interesses, carregadas de opiniões preconceituosas baseadas nos estereótipos de gênero.

Kirsten disse ficar indignada quando lhe perguntam se não se preocupa com a possibilidade do seu filho ser gay por usar roupas cor de rosa ou fazer aulas de dança. Ela salienta na reportagem: “Não consigo nem entender como associam essas coisas, mas sei que esse projeto precisa se esforçar para convencer as pessoas que ainda se prendem a esse ponto de vista”.

Acreditamos que a arte é uma poderosa ferramenta que nos instiga a refletir sobre temas complexos e tão fundamentais que permeiam a existência humana. A fotografia é uma delas. Ao mostrar a realidade de tantos meninos que se reconhecem nesses momentos nos quais sentem que podem agir com delicadeza, sensibilidade, entrega e liberdade, talvez tais imagens sirvam como inspiração para outros que não acreditam que isso seja possível e digno de admiração.

Conheça mais sobre o projeto de Kirsten McGoey clicando aqui

Veja algumas das cenas retratadas pela fotógrafa abaixo E nos conte o que achou desta iniciativa nos comentários!

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar