Preparando-se para ser mãe: o que as grávidas levam consigo no momento de dar à luz? | Labedu
Casos e Referências

Preparando-se para ser mãe: o que as grávidas levam consigo no momento de dar à luz?

Imagem retirada de The Guardian.
3 de março de 2016

O que será que grávidas em diversos lugares do mundo levam consigo para a maternidade? Que objetos escolhem para acompanhá-las nesse importante marco da relação com os filhos?

O nascimento de um filho é vivenciado de maneira absolutamente singular por cada mulher. Este momento é mais uma das ocasiões que trarão novos elementos à construção da autoimagem como mãe. Como será que cada gestante vive esse acontecimento tão esperado? Quais serão seus medos?

Muitos aspectos da vivência do parto acontecem antes mesmo do ato físico. Alguns deles dizem respeito a uma preparação emocional, intelectual e psíquica para dar à luz. “Como será a sensação de parir?”, “Qual será a aparência do meu filho?”; “Corro algum risco?”; “Sou capaz de aguentar a dor?” Como ficará meu corpo?” são apenas alguns dos questionamentos possíveis que podem fazer parte das reflexões antecedentes ao parto.

Há também certos preparativos que estão ligados a questões práticas e resoluções concretas. Por exemplo, encontrar um espaço para o bebê dormir depois do nascimento, pensar como será o transporte até o local do parto e escolher o que levar consigo para a maternidade. Este último aspecto revela muito sobre o imaginário da gestante a respeito do nascimento, pois é o conjunto de instrumentos que ela acredita precisar em seu primeiro contato com o filho. Muitas vezes as condições econômicas da mãe são desfavoráveis, porém não são os objetos em si que indicam seu preparo, mas sim sua disposição e investimento em se organizar para receber a criança.

A organização internacional WaterAid  – cuja missão é melhorar a vida de pessoas em vulnerabilidade social a partir do acesso a saneamento básico, higiene e água tratada – mostrou o que mães de diversos países do mundo levam consigo para a maternidade. O jornal britânico The Guardian publicou uma notícia sobre o assunto e disponibilizaremos aqui algumas das informações abordadas, traduzidas para o português:

Agnes Noti, 22 – Tanzânia

Claudine Razafindrabary, 26 – Madagascar

Ellen Phiri, 23 – Malaui

Hazel Shandumba, 27 – Zâmbia

Deanna Neiers, 39 – Estados Unidos

Katy Shaw, 31 – Austrália

Para saber mais sobre o que mães de outros lugares do mundo levam consigo para a maternidade e pensam sobre a hora do parto, confira o artigo completo do The Guardiam clicando aqui.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar