Dicas Práticas e indicações

Conhecendo os deuses da mitologia indígena brasileira

Conhecendo os deuses da mitologia indígena brasileira
Imagem retirada de Pixabay
17 de agosto de 2018..

Muito se fala sobre a mitologia grega, nórdica e até mesmo dos povos andinos, como os maias, incas e astecas. Mas o que poucas pessoas conhecem é a cultura que existe por detrás da história dos nossos próprios conterrâneos, os povos indígenas brasileiros, com suas tradições, línguas, reivindicações e saberes.

Além dos Tupis e dos Guaranis, os Ianomâmis, Araras e dezenas de outros povos também carregam uma profunda ligação com as forças da natureza, que estão ligadas às suas crenças em divindades cultuadas desde os primórdios dessas civilizações. Tal legado permanece vivo até hoje dentre os mais de 450 mil indígenas que vivem no Brasil. Vale a pena conhecer um pouquinho dessas importantes entidades e o que elas representam dentro do universo que com elas resiste!

Tupã
Criador dos céus, da terra e dos mares, o grande “Espírito do Trovão”, como é conhecido por boa parte dos povos, foi quem deu origem à vida. Além de ensinar às criaturas humanas o fazer da agricultura, do artesanato e da caça, Tupã concedeu aos pajés todo o conhecimento sobre as plantas, ervas medicinais e rituais de cura.

Jaci
Filha de Tupã, Jaci é a deusa da lua e guardiã da noite. Responsável pela reprodução, ela tem o dom de despertar as saudades no coração dos caçadores e guerreiros para que voltem sempre ao colo de suas esposas e cuidem de suas famílias.

Guaraci
Irmão e marido de Jaci, Guaraci é o deus do Sol, guardião do dia que auxiliou o pai Tupã a criar todos os seres vivos. Existe um ritual no qual as mulheres rezam para os seus companheiros que saem para caçar na passagem do dia para a noite, que seria o momento em que Jaci e Guaraci se encontram para abençoar essa união.

Ceuci
Deusa das moradias e das lavouras, Ceuci é quem protege e acolhe os frutos da nossa terra. É muito comparada à Virgem Maria, da religião católica.

Anhangá
Inimigo de Tupã, Anhangá é o protetor dos animais e dos caçadores. Embora tenha esse significado, é associado ao mal e a tudo o que vem das regiões infernais. Acreditam que seu espírito vaga solto, tomando a forma de animais selvagens e trazendo má sorte para quem com ele se depara.

Sumé
Deus das leis e das regras, Sumé foi quem ensinou aos índios os saberes sobre como cozinhar a mandioca e utilizá-la no cotidiano como um importante fruto que a terra deu.

Akuanduba
Figura característica da tribo dos Araras, esse Deus é famoso por tocar sua flauta para trazer ordem ao mundo. Dizem que certa vez ele jogou uma tribo inteira para dentro do mar para ver se aprendiam as virtudes da obediência. Ela sobreviveu e deu um novo rumo para as sua existência.

Yorixiriamori
Famoso pelo seu canto que enfeitiçava todas as mulheres, Yorixiamori acabou despertando a inveja de muitos homens, que tentaram persegui-lo e matá-lo a qualquer custo, já que o enxergavam como uma ameaça. Diz a lenda que ele fugiu sob a forma de um pássaro e é muito conhecido, principalmente pela cultura Ianomâmi.

Yebá Bëló
Para os índios Dessanas, Yebá Bëló é quem teria sido a responsável pela criação do universo. Foi a “mulher que apareceu do nada” e de dentro de sua morada de quartzo foi capaz de dar a vida aos seres humanos com uma simples folha de coca que ela mascava diariamente. Há quem diga que enquanto ela pitava, um ser de fumaça surgiu e foi nomeado como Yebá Ngoamãn. Ela lhe deu um bastão de chocalho com sementes masculinas e femininas e o elevou até a torre do grande morcego. Lá de cima, o bastão assumiu um rosto humano, que mais tarde se transformou no Sol.

Wanadi
Deus dos povos Iecuanas, essa figura faz parte de um mito que dizia que o Sol teria criado primeiramente três seres vivos para habitar o planeta. Apenas Wanadi nasceu perfeito, enquanto os seus outros irmãos teriam chegado com deformidades, que representam os males presentes na Terra (fome, doenças e mortes).

Você conhece mais alguma história por detrás da mitologia indígena que ainda não foi mencionada por aqui? Divida conosco nos comentários!

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar