fbpx
Casos e Referências

Crianças enxergam diferenças como diferenças

Crianças enxergam diferenças como diferenças
Imagem: Force of Nature
8 de abril de 2015

Simples assim? Mais ou menos… Naturalmente, as crianças podem enxergar as coisas como elas são e não com as interpretações carregadas de valores, que podem significar preconceitos e discriminações. É isso que vemos nas situações que selecionamos.

Toda criança pode aprender. E aprende de tudo… para o bem e para o mal. Já falamos muito sobre isso aqui. Mas, é interessante também reconhecer como as crianças explicitam suas aprendizagens quando podem lidar naturalmente com sentimentos, percepções e emoções genuínas.

O depoimento de Caroline White, mãe de Seb, 7 anos, mostra como os pequenos enxergam a criança que é seu filho e não a Síndrome de Down que ele tem. O que ela relata confirma que as crianças entendem as dificuldades e diferenças como sendo dificuldades e diferenças que todos podem ter em medidas diferentes, mas que isso não se revela como um rótulo que estigmatizam e definem para todo o restante de suas competências.

Isso não significa negar o que os distinguem, mas sim permitir que os contatos iniciais com o outro sejam os mesmos como em qualquer relação e dessa maneira todo o potencial seja realmente percebido e considerado.

No depoimento de Caroline é possível compreender ainda melhor o que ela indica sobre a posição das crianças:

Nessa mesma linha podemos comparar como reagem adultos e crianças ao serem convidados a imitar caretas de diferentes pessoas, inclusive de uma criança com deficiência. São incríveis as reações. Vale a pena conferir este vídeo que se chama “Os olhos das crianças”:

E, para finalizar, a sugestão de um filme ganhador de vários prêmios: “Colegas”.

É um filme maravilhoso sobre a aventura de três jovens em busca de seus sonhos, cada um com sua história… como todo adolescente.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar