Mais uma iniciativa para aproximar as meninas das ciências | Labedu
Casos e Referências

Mais uma iniciativa para aproximar as meninas das ciências

Imagem retirada de Ciência Online.
10 de fevereiro de 2016

Ainda há poucas mulheres atuando nas áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática. Conheça mais uma boa ideia para aproximar as meninas desses campos.

Não é novidade que, atualmente, as áreas de atuação profissional que envolvem ciência, tecnologia, engenharia e matemática são ocupadas prioritariamente por homens. Para que este cenário mude, é fundamental que, desde pequenas, as meninas sejam estimuladas a investir em aulas, estudos e trabalhos relacionados a esses campos. E, mais, segundo a professora de psicologia da Universidade de Massachusetts, Nilanjana Dasgupta, é  “a confiança dos pais nas habilidades de uma criança” que indicam seu sucesso futuro. Ainda de acordo com ela, é muito comum que os pais vejam o bom desempenho escolar dos filhos em matemática, por exemplo, como indício de talento, enquanto o de suas filhas como fruto de esforço e dedicação.

Algumas iniciativas para promover a interação das meninas com temas dessas áreas têm sido encaminhadas. Uma delas, recente, se apresenta na forma de um aplicativo, criado por Jean MacDonald, desenvolvedora de softwares, de Portland (EUA).

O aplicativo, chamado Camp for Girls (Acampamento para Meninas), oferece um programa de educação para meninas em um “ambiente acessível e receptivo”. Nele, as meninas devem trabalhar em equipes tendo uma mentora, sempre mulher, para criar um aplicativo. Cada menina recebe um Ipod touch para usar durante a semana e discutir com sua respectiva equipe. Ao final, apresentam suas criações para um grupo de mulheres empresárias.

As meninas também podem ter aulas de tecnologia, o que tem centrado o interesse de várias delas. MacDonald acredita que essa seja uma possibilidade de educá-las para a igualdade de gêneros, algo que também já defendemos aqui.

A criadora do aplicativo alega ter ficado impressionada com o fato de participar de um evento anual da Apple, com mais de 5.000 participantes e não conseguir, de onde estava, ver outras mulheres. Quem sabe muito em breve esta cena seja bem diferente?

Para ler a notícia na íntegra, acesse aqui.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar