Monstros urbanos: o dia em que acordei diferente | Labedu
Dicas Práticas e indicações

Monstros urbanos: o dia em que acordei diferente

18 de fevereiro de 2016

Um passeio pela cidade e a imaginação pode criar os mais temíveis, e divertidos, monstros. Veja, aqui, a dica do livro Monstros urbanos, apresentada por nosso parceiro, Estúdio Voador.   

Imagem interna do livro Monstros urbanos

Acontece de a gente caminhar sem prestar atenção ao redor. Acontece. Costumamos fazer os mesmos caminhos de sempre enquanto pensamos na vida ou falamos ao telefone sem nem nos darmos conta de que há várias criaturas divertidas ou surpreendentes escondidas por aí. Isso também se passava com a artista Renata Bueno, até o dia em que ela acordou diferente: “Saí andando pela rua e comecei a ver coisas que nunca tinha visto antes. Seria um sonho?”.

Assim começa Monstros Urbanos, livro que ganhou nossos corações, publicado pela editora WMF Martins Fontes.

“Meus olhos me mostravam surpresas no caminho que todos os dias eu fazia. Olhava tudo como se fosse pela primeira vez. Uma cara engraçada surgiu no asfalto. Um bicho no muro descascado, um monstro formado num canto do céu. (…) Um dia acordei diferente e depois desse dia nunca mais a vida foi igual. Passei a ver o mundo com meu corpo inteiro e aproveitar a cidade para transformar o que parece fixo em móvel. Brincar de olhar para a cidade e fantasiar.”

Foram cerca de dois anos levando o bull terrier Mentex para passear no Largo do Arouche, centro de São Paulo, e aproveitando para fotografar os monstros que apareciam em sua frente. São muitos os registros, que no livro ganham forma através da criatividade. O que Renata enxergava ela capturava, levava para o estúdio e ali tinha novas ideias, colocadas sobre a foto até que virassem histórias – como você vê nas fotos do pessoal do Hipopómatos na Lua.

De capa dura e trabalhado numa edição caprichada de 32 x 22 cm, Monstros Urbanos é uma coleção-convite a explorar o lado de fora. Tem dois textos doces e divertidos – um que abre e outro que fecha – e um miolo feito de criaturas expressivas e doidas para se comunicar com o leitor. Algumas tomam a página dupla e até interagem entre si. Outros são mais verticais e nos preparam para a página seguinte.

Para um público nada específico, mas sim para todos, de todas as idades e que gostam de livro, ilustração, fotografia e fantasia.

Texto: Estúdio Voador

O Estúdio Voador está conectado a uma rede de profissionais de diversas áreas que produz conteúdos para crianças, pais e educadores. Visa valorizar e respeitar a infância e acredita que as artes visuais, a literatura e o brincar estimulam a criatividade natural da criança.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar