Livros que fazem as crianças crescerem #22 - Livros sobre direitos humanos | Labedu
Dicas Práticas e indicações

Livros que fazem as crianças crescerem #22 – Livros sobre direitos humanos

22 de janeiro de 2016
Este artigo faz parte da série:

Livros que fazem as crianças crescerem

Nem sempre é fácil dialogar com crianças sobre direitos humanos. Ainda mais quando os temas a serem discutidos são polêmicos e impactantes. Confira algumas das indicações de livros feitas pela jornalista Milena Buarque para o Huffpost Brasil que pode auxiliar nessa conversa!

O tema dos direitos humanos é fundamental na formação de qualquer pessoa. É importante que desde o início de sua educação as crianças se deparem com ele, cabendo aos adultos adequar o nível de complexidade da discussão à maturidade dos pequenos.

Existem muitas formas possíveis para introduzir conversas, questionamentos e reflexões acerca dos direitos humanos. Muitas vezes isso apresenta-se  espontaneamente no dia-a-dia, a partir das vivências. É sempre interessante aprofundar-se em aspectos específicos que são curiosidades ou conflitos trazidos pelas próprias crianças, mas também é possível despertá-las para assuntos a respeito dos quais ainda não haviam pensado.

A jornalista Milena Buarque fez um apanhado de livros infantis que podem ser úteis na hora de conversar sobre temas difíceis e essencialmente adultos com os pequenos! Veja a seguir algumas de suas recomendações:

Flicts

Ziraldo Ed. Melhoramentos

Neste livro, Ziraldo conta a respeito de uma cor diferente de todas as outras que, por conta disso, encontra dificuldades para fazer amigos. Uma boa ideia para discutir diversidade, bullying, preconceito e diferenças individuais, por exemplo!

Acompanhando meu pincel

Dulari Devi – Ed. WMF Martins Fontes

Nesta leitura, a autora conta como superou as dificuldades de uma infância pobre na Índia para tornar-se artista. Pode-se partir da história para conversar sobre desigualdade social e diversidade cultural.

É Tudo Família

Alexandra Maxeiner e Anke Kuhl – Editora L&PM Editores

Em É Tudo Família, os autores Alexandra e Anke nos apresentam crianças com diferentes estruturas familiares: pais separados, duas mães, dois pais, padrastos, madrastas, pais solteiros… Ótima maneira de refletir sobre as diferentes configurações familiares, os laços afetivos contemporâneos, as diferenças individuais, o preconceito e a diversidade.

Crianças Como Você

Barnabas e Anabel Kindersley  – Unicef – Editora Ática

Em Crianças Como Você realiza-se um passeio por continentes, culturas e cotidianos diversos! Crianças de vários países contam sobre suas famílias, seus hábitos, sua escola, objetos preferidos e sonhos. É um ótimo gancho para conversar sobre preconceito, racismo, diversidade cultural e desigualdade social.

A História de Júlia e sua Sombra de Menino

Christian Bruel, Anne Galland e Anne Bozellec – Editora Scpione

Os pais de Júlia a criticam muito por seus gostos, seus hábitos e seu comportamento. Acham que a garota possui um jeito masculino. Um dia Júlia começa a observar sua sombra e percebe que ela tem a forma de um menino. Uma boa leitura para discutir diferenças individuais, preconceito, feminilidade e masculinidade, diversidade sexual e machismo e feminismo.

Para saber ainda mais opções interessantes de livros confira a matéria completa de Milena Buarque para o Huffpost Brasil, clicando aqui! Adoraríamos também saber as suas experiências de conversa sobre direitos humanos com crianças! Você acha que os livros podem ajudar? Já utilizou algum que indicaria? Comente o post e nos conte!

Verifique se os livros indicados neste post estão disponíveis em alguma biblioteca próxima a você. Também é possível adquiri-los nos links abaixo:

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar