Museus do mundo ao alcance das mãos | Labedu
Dicas Práticas e indicações

Museus do mundo ao alcance das mãos

19 de agosto de 2016

Aplicativos destinados às crianças, mas que também entretêm os adultos, trazem o universo de inúmeros museus renomados e do mundo todo. Conheça duas dessas dicas aqui!

Quando se pensa em grandes museus do mundo, o MoMa, de Nova Iorque, e o Louvre, de Paris, não costumam ser esquecidos. Visitá-los é mesmo um deleite para os olhos e para a alma, permitindo uma imersão de adultos e crianças no universo de obras e artistas consagrados que marcaram ou mudaram os rumos da história da arte. Mas se não é possível conhecê-los “ao vivo”, que tal saber mais sobre eles por meio de aplicativos elaborados para crianças?

O MoMa Art Lab, disponível apenas para IOS e em versão em inglês (o que não impede as crianças de realizar as atividades!), permite a criação de músicas, a elaboração de desenhos individuais e em grupos, o acesso à informações e à experimentação de técnicas usadas por artistas. O app ainda apresenta obras de Henri Matisse, Alexander Calder, Elisabeth Murray, entre outros. Os trabalhos produzidos pelas crianças podem ser salvos e até compartilhados (a ferramenta de compartilhando pode ser ativada ou desativada pelos pais).

Já o My Museum SpeedArt, que tem versão em português e também está disponível apenas para IOS, traz o Louvre para nossas mãos. Por ele, as crianças podem conhecer inúmeras obras, tendo o desafio de remontá-las, como num quebra-cabeça, jogando contra o tempo. Em outro desafio, a tarefa é encontrar a maior quantidade de obras num limite de tempo. Em outro, a proposta é localizar e devolver o rosto de reis e rainhas franceses para seus devidos retratos.

post 1208 2

E é brincando e jogando que as obras desses museus se desvendam às crianças, rendendo diversão e aprendizagem! Vale lembrar, como sempre fazemos por aqui, que a interação das crianças com esses aplicativos, bem como com as tecnologias de forma geral, não deve ocupar um tempo significativo de sua rotina diária.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar