Brinquedo de menino é diferente de brinquedo de menina? | Labedu
Casos e Referências

Brinquedo de menino é diferente de brinquedo de menina?

20 de janeiro de 2014

Brincar é crucial para o desenvolvimento de uma criança. Então por que os pais se incomodam quando eles aumentam o repertório?

 

Em teoria é fácil falar. Todo mundo concorda que a hora de brincar é enquanto se é criança. E que tudo bem os meninos e meninas trocarem seus papeis nesta hora. Mas na prática, pais e mães compram brinquedos delicados e cor de rosa para as meninas, e carrinhos e kits de médicos para meninos. E atire a primeira pedra quem não mudou de assunto quando o filho mostrou interesse em uma boneca ou a filha quis saber se podia ter um caminhãozinho ou uma chuteira.

Como dizia Piaget, brincar é o trabalho de uma criança. E não há porque dar limites a isso. Um dos pilares da “The Early Years Foundation”, entidade inglesa que promove ações para o desenvolvimento de crianças na primeira infância, é dar igualdade de oportunidades e aprendizado para todas.

É preciso considerar que, quando se dá jogos de tabuleiro como xadrez ou damas só para meninos, está excluindo meninas de aprenderem lições de lógica e raciocínio, por exemplo.

Além de precisarem de estímulos diferentes para aprender coisas diferentes, as crianças também precisam decidir por si o que é divertido, além de não se deixarem envolver por questões de marketing da indústria de brinquedos ou dos estereótipos sociais.

Estes são pilares de campanhas que pipocam na internet, como o movimento inglês “Let toys be toys – For girls and boys” (“Deixe os brinquedos serem brinquedos, para meninos e meninas”), que promove um outro olhar sobre a questão. Ou ainda o bem bolado vídeo publicitário da empresa de brinquedos Goldie Blox, que chamou a atenção com um roteiro que brinca com os estereótipos do mundo feminino e oferece uma linha de brinquedos para “futuras engenheiras”.

E você, o que acha? Dá para brincar sem preconceito?

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar