Cantor de blues aos 2 anos | Labedu
Casos e Referências

Cantor de blues aos 2 anos

30 de junho de 2014

Por que nos divertimos vendo as crianças fazendo coisas como se fossem adultos? Por que nos emocionamos? Por que nos surpreendemos? Talvez porque nos damos conta do incrível potencial desses pequenos quando as oportunidades são oferecidas…

As crianças encantam os adultos ao agirem de forma tão natural em atitudes culturalmente valorizadas e que vão sendo apropriadas ao longo da vida.

Quando agem assim com tão pouca idade, nem se fala… é emoção e encantamento total.

Esse sentimento, em parte, vem da percepção, nem sempre consciente, de que as crianças aprendem… e muito rápido!

Mas, claro, quando as oportunidades lhes são garantidas.

Assim, TODA CRIANÇA PODE APRENDER, mas precisa de adultos que acreditem nela.

Há alguns meses publicamos uma galeria de imagens de crianças bem pequenas explorando livros, com atitudes e posturas semelhantes aos leitores adultos. E nos surpreendemos porque já são leitoras iniciando um percurso literário.

blue2

 

Também compartilhamos um vídeo de uma menina dançarina, que ao ser perguntada em uma entrevista se gostaria de ser dançarina como sua mãe, afirma – entre surpreendida e ofendida com a pergunta – “já sou dançarina!”.

blue3

 

Hoje queremos compartilhar mais uma dessas preciosidades que encantam: um vídeo de Luca, um menininho de apenas 2 anos que canta blues acompanhando o violão de seu pai.

No vídeo acompanhamos a “visível” parceria entre pai e filho e percebemos que o que não se vê no vídeo mas existe é o incentivo, a oportunidade criada pelo adulto para essa criança que conhece o ritmo dessa música e principalmente, o sentimento de confiança no que ele é capaz de fazer. Isso se concretiza na forma como a criança se comporta e podemos “ver” através da performance de Luca, da organização dos equipamentos à sua altura e da própria situação de filmar que comunica o valor que se dá a essa situação.

 

O resultado, para além desse vídeo, é o que uma criança pode aprender e se apropriar quando se tem a oportunidade!

 

 

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar