Doação de órgãos para transplante: como falar desse assunto brincando? | Labedu
Casos e Referências

Doação de órgãos para transplante: como falar desse assunto brincando?

Imagem retirada de Follow the Colours.
15 de fevereiro de 2017

Conheça aqui a iniciativa japonesa que convida crianças e adultos a refletir sobre a doação de órgãos de forma lúdica e transformadora!

Ao redor do mundo todo ainda há muitas pessoas pouco informadas sobre a doação de órgãos para transplante, o que gera taxas muito baixas de doação. No Japão, por exemplo, de 14 mil pessoas que precisam de transplantes, apenas 300 podem realizar o procedimento anualmente. Para transformar essa realidade ao longo dos próximos anos foi criada uma campanha educativa, iniciativa de Akira Suzuki, da agência Dentsu, que conscientiza sobre o assunto ludicamente. Além de acessar as crianças, a proposta também mobiliza os adultos, que acompanham o processo vivenciado pelos pequenos através do Second Life Toys.

A iniciativa funciona como um hospital de transplante de órgãos para brinquedos. As crianças podem participar de duas maneiras. Uma delas é enviando a foto do brinquedo a ser recuperado e aguardando o contato do “hospital”, que avisa quando tiver peças para realizar o conserto. A outra é doando brinquedos cujas partes serão utilizadas para arrumar os quebrados. Aos que doam, chega uma carta especial de agradecimento das crianças que tiveram seus brinquedos reparados por meio das peças concedidas.

post15021

Imagem retirada de Second Life Toys com adaptação livre para português de Toda Criança Pode Aprender.

Dessa forma, a organização estimula a conscientização sobre o tema da doação de órgãos a partir de uma brincadeira de faz-de-conta. Isso permite às crianças e adultos desmistificar qualquer tipo de preocupação ou fantasia sobre o assunto por meio de uma vivência significativa, além de informá-los sobre os procedimentos necessários. Segundo o vídeo da campanha: “Isso significa que o brinquedo precioso de alguém continua ‘vivo’, como brinquedo precioso de outra pessoa”.

Veja abaixo alguns bichinhos de pelúcia que receberam transplantes por meio do Second Life Toys e foram divulgados pelo site da iniciativa:

post1501

post15022

post15023

post15024

post15025

E você? O achou dessa iniciativa? Como pensa que podemos incorporá-la no dia a dia das crianças brasileiras?

Outros links que podem interessar:

Follow the Colours: Secon Life Toys: “Transplantes” em bichos de pelúcia chamam atenção para a doação de órgãos em crianças

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar