fbpx
7 experiências

Experimentar e Apreciar Diferentes Formas de Arte

Experimentar e Apreciar Diferentes Formas de Arte
29 de janeiro de 2020

O contato com diferentes formas de arte pode se iniciar muito cedo. Os adultos podem apresentar um amplo universo de possibilidades às crianças pequenas, como: ouvir músicas, cantar, tocar instrumentos ou fazer sons com objetos, desenhar, pintar, recortar e colar, escutar poemas e histórias, interagir com esculturas, pinturas ou instalações expostas em museus ou espaços públicos, assistir a filmes e a peças de teatro – para citar alguns exemplos. Esses momentos de apreciar, experimentar e fazer arte são muito importantes para o desenvolvimento e para as aprendizagens das crianças.

A partir da interação com a arte, elas conhecem diferentes formas de expressão artística criadas e produzidas pela humanidade ao longo das épocas e por diferentes culturas. Esse contato também possibilita que desenvolvam um olhar sensível e descubram diversas maneiras de compreender e representar o mundo. Estão em jogo aprendizagens do ponto de vista cognitivo, emocional e cultural. Afinal, todas as formas de arte procuram aguçar nossos sentidos, provocar emoções e pensamentos e contam sobre hábitos, crenças, tradições, histórias, brincadeiras e o imaginário presente na nossa cultura.

Ofereça materiais e oportunidades

A criança aprende bastante quando produz suas próprias pinturas, colagens, músicas, desenhos ou movimentos de dança. Além de encontrar sua própria forma de representar aquilo que sente, pensa ou imagina, ela desenvolve a coordenação motora ao movimentar o corpo e manipular objetos e materiais para criar aquilo que imaginou. Por isso é importante deixar que criem livremente suas produções e que contem com materiais para essas experiências estéticas, tais como giz de cera ou lápis de cor, papéis e massinhas. É fundamental que os adultos valorizem as produções das crianças, elogiando-as e conversando sobre como as fizeram ou que movimentos usaram no desenho, por exemplo. Ao produzir e apreciar obras de arte, as crianças se tornam capazes de inventar as mais belas histórias, pensamentos e hipóteses.

Aprecie diferentes formas de arte junto das crianças

Os adultos não precisam ter um conhecimento amplo sobre arte para que as crianças sejam incentivadas a se aproximar de expressões artísticas. É no próprio contato com as obras ou a partir de simples criações caseiras que elas podem sentir curiosidade de buscar mais informações junto com os mais velhos. Levar os pequenos a uma visita a um museu, por exemplo, pode despertar seu interesse por conhecer mais sobre um artista e sobre sua produção ou mesmo por tentar produzir como ele. Fazer a leitura de um livro de um determinado gênero (um conto, um poema, etc.) ou autor pode gerar o desejo de conhecer outros livros parecidos. Ou seja, é por meio da interação com as artes que as crianças podem ampliar seus conhecimentos sobre elas.

Quando os adultos se interessam por arte, mostram-se disponíveis para conversar sobre o assunto, frequentam locais com exposições ou atividades culturais com as crianças e dão condições para que elas criem suas produções e experiências, há uma grande chance de que os pequenos desenvolvam um gosto especial por expressões artísticas e culturais.

Ao visitar museus e outros espaços culturais, é interessante fotografar ou dar possibilidade de que a própria criança faça seus registros. Isso é outra forma de ela pensar sobre passeio e a seu modo expressar o que sentiu ou aprendeu.

Importa, então, incorporar atividades como essas no dia a dia com a criança, sendo possível usufruir de programações, muitas vezes, gratuitas.

Para nós, adultos, fica a importância de assegurar que o brincar faça parte da rotina diária das crianças e não apenas dentro de casa, mas em quaisquer espaços, inclusive ao ar livre, como em parques e praças. É por meio da brincadeira que muitas aprendizagens fundamentais e insubstituíveis para o desenvolvimento ocorrem.

Experimentar e apreciar diferentes formas de arte em distintas idades

 

Até 2 anos

Nesse momento de vida os pequenos adoram escutar canções. Pouco a pouco, tentam acompanhá-las com gestos, balbucios e palavras. Também adoram experimentar materiais com as mãos. Começam a tentar modelar diferentes formatos com argila e massinha, sentem o contato com tecidos diferentes, melecam-se com tinta. Além disso, gostam de ouvir histórias curtas e poemas, explorando os livros e as ilustrações.

Até 4 anos

As crianças nessa fase adoram experimentar os efeitos de diferentes materiais. Podem tentar fazer desenhos com giz, com lápis, com tinta ou com carvão, tanto em papel quanto em outros objetos, como pedras e paredes. Gostam de ouvir e cantar canções e já acompanham poemas e histórias mais longas, explorando os livros e as ilustrações. Também se interessam por peças de teatro, apresentações de músicas e podem visitar exposições curtas, conversando sobre o que observam e percebendo cores e formas nas obras de arte.

Até 6 anos

Nessa idade as crianças já conseguem fazer movimentos mais complexos com as mãos, o que possibilita recortar, colar, costurar, desenhar, pintar e modelar com mais facilidade. Elas pensam mais sobre o que produzem e podem começar a planejar o que irão compor. Conseguem fazer desenhos mais bem distribuídos no papel e com formas mais claras, por exemplo. Também já conseguem acompanhar por mais tempo histórias, peças de teatro, apresentações de músicas e exposições, envolvendo-se com essas atividades, fazendo perguntas e comentários.

 

Vamos conhecer algumas situações em que as crianças experimentam e apreciam formas de arte e os adultos contribuem para isso?

Experimentando ritmos

Explorando cores, formas e materiais

Vamos ao museu?

Vídeo Aula: Experimentar e Apreciar Diferentes Formas de Arte

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar