Livros que fazem as crianças crescerem #34: enviar, receber e entregar correspondências | Labedu
Dicas Práticas e indicações

Livros que fazem as crianças crescerem #34: enviar, receber e entregar correspondências

28 de abril de 2017
Este artigo faz parte da série:

Livros que fazem as crianças crescerem

Carta, envelope, selo, correio, carteiro… Nem todas as crianças de hoje em dia sabem o que isso significa. Vamos, então, apresentar livros que trazem um bocadinho sobre cartas e correspondências?

Escrever, enviar e receber cartas são hábitos que vêm de muito tempo. Entregar cartas é uma profissão antiga que hoje, pelas possibilidades e vantagens ofertadas pela tecnologia, nem sempre é conhecida pelas crianças. Alguns livros destinados aos leitores infantis podem apresentar esse universo e, quem sabe, instigar o desejo de experimentar trocar correspondências. Selecionamos três dessas obras aqui.

Para começar, um livro não literário apresentando trocas reais de cartas, desenhos e cartões postais. Querido mundo, como vai você? reúne cartas enviadas e recebidas por um garoto inglês que, aos 5 anos de idade, resolveu empreender o projeto de conhecer o mundo e outras culturas trocando cartas com pessoas de diferentes países.

Querido mundo, como vai você?
Texto de Toby Little
Editora Fontanar

Tudo teve início com a leitura de um livro, A letter to New Zealand (Uma carta para Nova Zelândia, em tradução livre), que conta o percurso de uma carta. Toby quis saber onde ficava a Nova Zelândia e descobriu, junto com a mãe, que ficava bem longe de onde vivia e que o mundo era bem maior do que imaginava. Pediu, então, para escrever uma carta para lá e para todos os países do mundo. A partir deste momento, contando com a ajuda dos pais e de amigos deles nas redes sociais, Toby foi fazendo contato com pessoas e começou sua troca de cartas, passando a conhecer mais sobre distintos lugares e jeitos de viver. A seguir, uma das cartas recebidas por Toby.

Página interna de Querido mundo, como vai você?

A autora Beatrix Potter e seu personagem Pedro, o coelho, são bastante conhecidos. Uma de suas obras apresenta Pedro num dia muito especial no qual acaba se tornando carteiro e entregando correspondências na vizinhança: a cada entrega, uma nova correspondência lhe é dada e assim ele continua a circular pela redondeza, chegando até a impedir o que seria uma terrível armadilha.

Pedro Carteiro
Texto e ilustrações: Beatrix Potter
Editora Companhia das Letrinhas

Página interna de Pedro Carteiro

O livro traz todas as cartas como se fossem reais: estão guardadas dentro de seus respectivos envelopes e parecem terem mesmo sido escritas à mão por seus remetentes.

Em O carteiro chegou, os destinatários das cartas são personagens muito conhecidos pelas crianças: Papai Urso, Mamãe Urso e o Ursinho, uma bruxa que vive uma casa feita de doces, Cinderela e outros tantos, todos saídos dos contos de fadas. 

O Carteiro chegou
Texto e ilustrações: Janet e Allan Ahlberg
Editora Companhia das Letrinhas

Um dos aspectos interessantes deste livro é que traz cartas com características bem distintas, desde as mais pessoais até as formais, enviadas, por exemplo, para o lobo disfarçado de vovozinha por um escritório de advocacia.

post28045

Página interna de O Carteiro chegou

O troca-troca de correspondências destes livros pode ser, assim como foi para o menino Toby da Inglaterra, uma boa inspiração para que as crianças também as escrevam para familiares, amigos ou até para lugares bem, bem distantes a fim de saberem mais sobre o mundo em que vivem e desfrutarem desse gostoso hábito de escrever e receber cartas.

Verifique se os livros indicados neste post estão disponíveis em alguma biblioteca próxima a você. Também é possível adquiri-los nos links abaixo:

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar