O mediano é bonito! | Labedu
Casos e Referências

O mediano é bonito!

28 de janeiro de 2015

O que acontece quando crianças comparam a Barbie com uma boneca semelhante, mas de proporções realistas?

barbie Lamm

Conheça Lammily, a criação do artista Nickolay Lamm que, inspirado nas dimensões irreais das bonecas Barbie, decidiu produzir uma boneca que refletisse mulheres reais. Com o objetivo de mostrar que “o mediano não é sinônimo de mediocridade, a média inclui a todos nós e todos somos bonitos”, Lamm levou a boneca a uma escola, onde crianças foram entrevistadas para fazer comparações entre Barbie e Lammily. A elas foram feitas perguntas como: “Qual boneca se parece mais com você?” e “Que profissão cada boneca teria?”.

Confira o vídeo com as reações e respostas das crianças:

As respostas das crianças são muito impactantes. Além do grande grau de identificação que elas demonstram ter em relação a Lammily, é impressionante como já reproduzem preconceitos sociais – a Barbie, que é considerada linda, teria uma profissão como modelo, já Lammily seria uma professora. Considerando que a Barbie já foi astronauta, professora, dentista, médica, diplomata, policial, paleontóloga e até presidente dos Estados Unidos, é evidente que ela é considerada menos capaz de uma profissão intelectual pelas crianças devido a estereótipos adultos de que mulheres consideradas mais bonitas seriam menos inteligentes.

Já falamos antes aqui sobre a importância da representatividade. Para uma criança, seja menino ou menina, brincar diariamente com uma boneca influencia seus critérios de beleza. A boneca é um referencial de fantasia, que as crianças acabam usando como parâmetro de beleza até a vida adulta.

A importância de uma boneca com proporções realistas é enorme, à medida em que a distância entre a própria criança e a boneca diminui. Não somente a criança reconhece na boneca ela mesma e as mulheres ao seu redor como isso é valorizado através das brincadeiras e da convivência com esse brinquedo. É possível imaginar o impacto de uma iniciativa assim na autoimagem feminina.

É preciso lembrar, porém, que apesar deste ser um passo importante para mudar padrões de beleza irreais que imperam na nossa sociedade e que afetam crianças e adultos de todo o mundo, ele em si ainda é problemático.
Isto porque essa boneca tem sido apelidada de “Barbie normal”. Mas, o que estão chamando de normal? Afinal, apesar de suas proporções realistas, trata-se de uma boneca branca, magra e de cabelos lisos…

A iniciativa, portanto, deve ser vista como um primeiro passo para outras bonecas, de características plurais, que sejam um reflexo da realidade, tendo em mente que isso não implica em um padrão único de normalidade, e sim em retratar a diversidade.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar