Salada saladinha, bem temperadinha... | Labedu
Dicas Práticas e indicações

Salada saladinha, bem temperadinha…

Imagem retirada de Pixabay.
20 de novembro de 2014

Que criança não gosta de comer salada é quase uma verdade incontestável… Mas e quando salada vira música? O que as crianças acham? Divirtam-se com “Salada”, do Grupo Tiquequê!!!

 

Nunca fui uma criança enjoada para comer! Mas a letra dessa música foi, sim, inspirada em uma coisa verdadeira da minha vida… Vou contar para vocês!

Quando pequena eu comia de tudo. Lembro-me que, às vezes, ia comer Yakissoba com meu pai e ele separava as verduras e legumes e montava um “jardinzinho” no meu prato. Eu amava!

Só tinha uma coisa que eu não gostava: abobrinha…

Minha mãe não podia com aquilo! Ela tentava de todo o jeito “disfarçar” a abobrinha na comida. Mas eu sempre percebia e fazia o maior escarcéu!

Acontece que o tempo foi passando… eu fui crescendo… e um dia, num restaurante por kilo, olhei para um prato de abobrinha recheada que tinha uma cara tão apetitosa, que resolvi arriscar – e pus no prato. Primeiro comi todo o resto. Aí me encorajei e comi a abobrinha! E achei uma delícia!

Hoje em dia eu adoro abobrinha. E toda essa história virou até piada na casa da minha mãe!

A canção, de forma exagerada, remete a essa dificuldade de fazer a criança comer o que queremos – e que nem sempre é o que ela quer! Faz parte do cotidiano familiar e muitas mães e filhos se identificam com essa situação. Não era meu intuito usar a música para educar (ou deseducar) – até porque nós do Tiquequê não vemos a arte como um pretexto para transmitir outros valores. Para nós, a arte deve ser expressiva em si! Assim, o mais importante é que todos se divirtam com a pobre mãe desesperada da canção da “Salada”, que eu fiz a letra e o Angelo completou com uma bela melodia.

Espero que vocês também se divirtam com ela!

Texto: Diana Tatit – Grupo Tiquequê

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar