fbpx
Casos e Referências

Aprender linguagem: depois da feira

Aprender linguagem: depois da feira
12 de Março de 2019
Este artigo faz parte da série:

Aprender Linguagem

Que tal aproveitar a hora de guardar as compras para instigar as crianças a falar novas palavras e a conversar?

No momento de escolher e comprar produtos na feira ou no mercado, toda a família participa. Difícil mesmo é alguém querer ajudar a guardar. Essas situações, porém, podem ser ótimas oportunidades de aprendizagem, inclusive para a aquisição e o desenvolvimento da linguagem.

Com aproximadamente 1 ano e meio as crianças já começam a dizer palavras. Nessa etapa, o principal foco é a nomeação: a possibilidade de identificar objetos, animais e pessoas pelos seus nomes. Esses “nomes” são aprendidos em situações cotidianas de interação com outros falantes – em especial, com os adultos com quem mais convivem.

No vídeo a seguir, o pai de Ale e Nanda transforma a situação corriqueira de guardar as compras feitas na feira em um momento extremamente rico de aprendizagens para duas crianças. Confira:

Os gêmeos vivenciam uma experiência muito ampla e favorável para seus desenvolvimentos. Do ponto de vista da linguagem, aprendem novas palavras – ao repetirem os nomes de novos alimentos, quando identificam aqueles já conhecidos ou quando usam o repertório familiar – e são instigados a conversar com outras pessoas (com a avó, por exemplo) ao levarem os alimentos para serem guardados.

Estudos indicam que, quando vivenciam constantemente situações similares às que vimos no vídeo,

Além disso, Ale e Nanda são envolvidos numa atividade cotidiana da casa, dividindo tarefas com seus familiares e interagindo com eles nesses momentos. Os pequenos aprendem também sobre cuidados ao carregar os alimentos – não os jogar, não deixar que caiam – e sobre organização da casa. Delegar à criança algumas tarefas contribui para o desenvolvimento de seu senso de responsabilidade, maturidade e cuidado.

Tende a ser mais comum, até pela correria diária, que os adultos rapidamente se encarreguem de guardar compras de feira, de mercados e outras tarefas de casa. Porém, vale repensar alguns dos momentos rotineiros, trazendo os pequenos para participar deles, instigando conversas e o contato com novas palavras. Ainda que isso tome um pouco mais de tempo, as experiências que as crianças vivenciam nessas oportunidades são bastante singulares e promovem inúmeras aprendizagens.

Para conhecer outras situações cotidianas que favorecem interações com a linguagem e múltiplas aprendizagens, além de dicas de atividades para realizar com as crianças:

– acesse a plataforma Aprender Linguagem: concebida em parceria com a equipe da pesquisadora Ana Teberosky (Universidade de Barcelona), é um guia digital sobre o desenvolvimento da linguagem na primeira infância. A fim de exemplicar os principais marcos desse processo, o site justapõe imagens que retratam situações cotidianas a explicações de especialistas relativas a quando, o que e por que as crianças aprendem a falar.

– conheça o ebook Aprender Linguagem

– baixe, gratuitamente, nosso aplicativo Apprendendo (Apple Store / Google Play).

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar