Que tal algumas dicas para estreitar a relação criança-natureza? | Labedu
Dicas Práticas e indicações

Que tal algumas dicas para estreitar a relação criança-natureza?

Imagem retirada de Catraquinha.
Em parceria com Catraquinhaicone-link-externo

O Catraquinha é fruto de uma parceria entre o Instituto Alana e o Catraca Livre. O site reúne informações interessantes para pais, educadores e familiares – de agenda cultural a projetos transformadores para a infância – com o intuito de empoderá-los para que interfiram positivamente no desenvolvimento das crianças, deixando-as exercer em sua plena potência a criatividade e a autonomia.

9 de junho de 2016

E não é preciso morar numa praia ou no campo para interagir de pertinho com a natureza. Confira aqui algumas dicas oferecidas por nosso parceiro Catraquinha para aproximar ainda mais a criança da natureza.

Já ouviu falar em “Transtorno de Déficit de Natureza”? O termo do escritor americano Richard Louv, foi criado para descrever o dano causado à crianças que não experimentam o mundo natural. Além de autor de best-sellers, Richard Louv também é fundador da Children&Nature Network, organização que promove um movimento global para conectar crianças, famílias e comunidades à natureza, por meio de ideias inovadoras e colaboração.

Em seu livro mais recente, “Vitamin N: The Essential Guide to a Nature-Rich Life”, (“Vitamina N: um guia essencial para uma vida mais rica em natureza”), o autor traz 500 estratégias simples e criativas para estar com as crianças ao ar livre, e assim criar uma ligação duradoura com o mundo natural.

Segundo destaca Louv: Lutar por um futuro sustentável para os nossos filhos não é mais suficiente, temos que criar um mundo cheio de natureza, em nossas famílias, bairros e comunidades.

A seguir, confira cinco dicas do autor para famílias com crianças levarem o contato com a natureza para o seu dia a dia, mesmo morando em grandes cidades:

1. Ensine esperança

Como as crianças vão acreditar que é possível construir um mundo melhor se não conseguimos imaginar isso, ou sequer falar e focar nossa atenção em iniciativas alinhadas a isso? Que tal engajar as crianças nesse tema, ensiná-las sobre a importância de cuidar da qualidade do ar e da água falando sobre iniciativas inovadoras e criativas?

2. Curta e valorize a natureza, onde quer que você esteja

Você não tem que viver em áreas rurais com acesso a trilhas e montanhas para cultivar uma conexão ao longo da vida com o mundo natural. Abra na sua vida e na das crianças uma “janela de observação de mundo”. Você pode ter plantas em casa, ter livros sobre o tema em casa, ou arrumar um binóculo para olhar as estrelas do céu. Também pode treinar o olhar para apreciar as árvores e outras plantas dos lugares por onde passa. Ensine isso às crianças.

3. Combata a preguiça de sair em dias de chuva e frio

Ensine às crianças sobre a beleza de cada estação do ano. Observar a chuva cair também pode ser uma atividade prazerosa. Em dias de sol, aproveite para fazer piqueniques em família no parque, em viagens, brinque de coletar sementes e folhas diferentes, por exemplo.

4. Estimule seu filho a expandir seus perímetros

As crianças crescem, os seus limites geográficos irão expandir naturalmente. Na visão do autor, é papel dos pais permitir que isso aconteça e incentivá-las a desenvolver a sua própria relação com a natureza, seja por meio de brincadeiras, passeios pelo bairro, viagens e outras experiências.

5. Fortaleça redes para ressignificar espaços 

Brincar livremente, e fora dos espaços privados, na rua, e em parques e praças, por exemplo, é muito importante para que as crianças construam essa relação com a natureza e ambientes ao ar livre. Mas, para isso, é importante garantir um ambiente seguro e acolhedor para as crianças. Uma boa dica é criar uma rede de segurança com os moradores de sua rua e bairros e amigos e estabelecer regras de convivência entre todos. Em alguns bairros de São Paulo, por exemplo, as ruas são fechadas aos domingos para que se transformem em uma ‘Rua de Lazer’, onde não transitam carros e as crianças podem brincar livremente.

Gostou das dicas? Então, vamos lá, realize passeios ao ar livre, ande de bicicleta, cultive plantas em casa contando com a ajuda das crianças, ensine-a a apreciar, cuidar e valorizar a natureza!

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar