teste
Casos e Referências

Cantigas de roda no universo cultural brasileiro

Cantigas de roda no universo cultural brasileiro
Em parceria com Lunetasicone-link-externo

O Lunetas é um portal de conteúdo sobre as muitas infâncias do Brasil. Pensado para famílias e interessados no tema, o site oferece informações em diversos formatos, conta histórias, provoca reflexões, inspira atitudes e também explora os múltiplos olhares sobre as múltiplas infâncias.

25 de outubro de 2018..

Neste post do nosso parceiro Portal Lunetas, confira trechos da entrevista da pesquisadora que rodou o país ouvindo e coletando cantigas tradicionais infantis.

Feita pela e para a criança, a música tradicional da infância a embala desde o nascimento e percorre todos os seus passos até a idade adulta. “Carrega os ritmos e molejos da música brasileira; a beleza da nossa poesia popular; os gestos, movimentos e desafios imprescindíveis ao seu desenvolvimento, e a nossa diversidade cultural”, afirma a pesquisadora Luciene Silva.

Para ela, quando a criança vivencia este repertório, tem a possibilidade de experimentar métricas, andamentos e dinâmicas distintas, além da poesia e do canto.

Mestre e doutoranda em música na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) Luciene, em sua investigação, percorreu 160 municípios de norte a sul do Brasil, além de seis outros países da América Latina como Chile, Peru, Bolívia, Argentina, Uruguai e Cuba, aprendendo muito sobre a criança, o brincar, a cultura infantil e a música tradicional infantil.

Na entrevista dada ao Portal Lunetas, Luciene afirma, entre outras questões, que:

  • É fundamental ampliar “o nosso repertório para além do ‘Atirei o pau no gato’, ‘Samba lê lê’ e ‘Boi da cara preta’, que são as aquelas que mais permaneceram na memória do povo brasileiro, exatamente pelo fato de terem sido as mais registradas fonograficamente. São inúmeros os exemplos, que trazem no texto a poética, a inocência, a graça, a criatividade e a beleza da infância.”

 

  • “A televisão e as novas mídias têm nos paralisado diante dos aparelhos eletrônicos e consequentemente, nossos corpos e vozes vêm cada vez mais silenciando-se de música e movimento. A cultura de massa, como uma avalanche contínua, vem interferindo na valorização e cultivo das práticas e particularidades de cada lugar. A cultura da infância também vem sendo atingida por essa avalanche global e as crianças de uma maneira geral, principalmente as dos grandes centros, brincam menos. A aceleração e falta de tempo, a escassez de espaços físicos, o excesso de brinquedos tecnológicos, entre outros fatores, contribuem para que esse fenômeno aconteça.”

As cantigas tradicionais, que embalam, divertem e fomentam tantas brincadeiras são parte integrante da nossa cultura e precisam estar no conhecimento e no cotidiano das crianças de todos os cantos do Brasil. Para saber mais sobre o tema e ainda conhecer dicas de cantigas para apresentar aos pequenos, confira a o texto na íntegra aqui.

Texto adaptado de: Portal Lunetas.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar