“Coisas Que Eu Achava Quando Era Criança” – Você se lembra? | Labedu
Casos e Referências

“Coisas Que Eu Achava Quando Era Criança” – Você se lembra?

6 de abril de 2016

Já tentou lembrar algumas hipóteses engraçadas que você tinha na infância? Conheça aqui a página do Facebook “Coisas Que Eu Achava Quando Era Criança”, que reúne memórias dos adultos sobre seus pensamentos de criança!

Muitas vezes escutamos crianças falando algo que nos surpreende, nos provoca risos ou até nos intriga. Nessas situações, nos perguntamos “como será que ela pensou isso? Que lógica usou para chegar a esta afirmação?”. Frequentemente nos esquecemos que na nossa infância também fizemos relações inusitadas para entender as situações com as quais nos deparávamos.

A curiosidade e o questionamento do que está ao nosso redor origina hipóteses explicativas. Construímos essas ideias iniciais de compreensão com os recursos que estão ao nosso alcance, recorrendo a nossos conhecimentos anteriores. Muitas vezes, geramos conexões entre fatos que não estão realmente relacionados, mas é a partir dessas tentativas que começamos a ter algumas luzes sobre o funcionamento do mundo.

Vale lembrar que tais falas e pensamentos das crianças inúmeras vezes carregam em si grande sensibilidade e sabedoria. Revelam perspectivas novas sobre o mundo, justamente por serem despidas dos preconceitos e conceitos com os quais estruturamos as ideias adultas. Desta forma, iluminam aspectos que estão à frente do nosso nariz, mas que ignoramos.

Você já tentou se lembrar de algumas teorias e suposições curiosas que fez na sua infância? A página do Facebook Coisas Que Eu Achava Quando Era Criança reúne algumas memórias divertidas de adultos acerca de sua sabedoria dos tempos de criança. Confira algumas delas aqui:

Fica aqui o nosso convite aos leitores para que fiquem atentos às falas das crianças com as quais convivem. Desejamos que mergulhem no curioso universo do pensamento infantil e descubram as lindas e complexas ideias que lá habitam!

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar