Como conversar com as crianças sobre os atentados de Paris? | Labedu
Dicas Práticas e indicações

Como conversar com as crianças sobre os atentados de Paris?

Imagem retirada de Astrapi.
19 de novembro de 2015

Após os acontecimentos chocantes da última sexta feira, a revista francesa Astrapi fez um encarte especial que visa explicar para as crianças o que se passou.

Segue, na íntegra, uma tradução livre do texto:

“Os atentados de Paris

Você provavelmente já ouviu falar sobre o terrível acontecimento que fez pelo menos 128 mortos e centenas de feridos em Paris. Astrapi ajuda você a entender.

O que aconteceu

Na sexta-feira 13 de novembro à noite, homens cheios de ódio decidiram matar pessoas inocentes. Três explosões soaram primeiro perto do Estádio da França, durante um jogo de futebol. Em seguida, num distrito de Paris, vários outros lugares foram atacados simultaneamente. Esses homens tinham preparado os ataques há muito tempo.

Eles atiraram em passantes com armas de guerra. Outros entraram em uma casa de show cheia de pessoas. No final, eles mataram pelo menos 128 pessoas e os feridos são muitos. Os oito terroristas que cometeram estes horrores morreram na mesma noite.

Diante de um ato tão terrível e violento, todo mundo levanta muitas perguntas, tanto os adultos quanto as crianças. Por que matar inocentes? Quem são esses terroristas? Devemos ter medo? Por que todo mundo fala tanto? E nós, o que podemos fazer?

‘Eu não vi imagens, mas prefiro não ver porque acho que há coisas horríveis. Eu só quero entender porque eles fizeram isso.’ – Noé, 10 anos

‘É verdade que a França, de fato, está em guerra?’ – Julie, 8 anos

‘É que os terroristas, eles podem vir até a nossa casa?’ – Antoine, 7 anos

Quem são os assassinos?

Enquanto a polícia realiza a sua investigação, nós ainda não sabemos muito sobre esses assassinos. O que se sabe é que eles são terroristas: pessoas que usam a violência e o terror para impor as suas ideias. Eles estão mesmo dispostos a morrer por elas.

Estes ataques foram feitos por ‘islamitas terroristas’, pessoas que dizem agir em nome de sua religião islâmica e que querem impô-la a todos pela força. Estas pessoas extremamente violentas não tem nada a ver com a maioria dos muçulmanos, que vivem a sua fé em voz baixa. Eles atacam a França porque este é um país livre, onde todos podem falar e viver como quiserem. A França está em guerra contra o Islã em países como a Síria e o Iraque: é por isso que eles quiseram se vingar.

Ao matar pessoas aleatórias na rua ou em um teatro, terroristas querem assustar todo mundo. Todo mundo disse ‘que poderia ter sido eu’, que é o que eles procuram. O Presidente da República e todas as pessoas que trabalham para a França imediatamente reagiram para que a população estivesse em segurança.

O que fazer?

Quando se é confrontado com um evento tão grave, ninguém sabe como reagir. A primeira coisa que nós sentimos é o medo. Para não manter ele no fundo de nós, precisamos conversar.

Os adultos também estão chocados, mas eles entenderam que era necessário não ceder ao medo. Se você vive em Paris ou em outro lugar, saiba que na sua casa, na sua escola, é seguro. A melhor maneira de responder a violência e a loucura desses homens é continuando a viver normalmente e defender suas ideias respeitando os outros.

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar