Bebês gêmeos criam uma linguagem própria? | Labedu
Casos e Referências

Bebês gêmeos criam uma linguagem própria?

22 de novembro de 2013

[:pt]Os bebês gêmeos conversam animadamente, mas eles só têm 1 ano. O que falam? Como se comunicam? Será isso uma linguagem? Será que realmente estão se comunicando?

O vídeo dos bebês gêmeos tão pequenos em interação nos faz pensar sobre a comunicação e a aprendizagem da linguagem.

Muitos especialistas analisaram o vídeo e algumas opiniões divergem sobre a existência de uma linguagem entre os irmãos. De qualquer forma, ninguém duvida que haja uma interação entre eles.

Um dos especialistas – o linguista Mark Liberman – que analisou as imagens indica que não se pode dizer que realmente haja uma linguagem, considerando a complexidade léxica que precisaria existir e impossível de se encontrar em poucas sílabas como as utilizadas.

Hope Dickinson, do Hospital de Boston, disse que os gêmeos estão: “demonstrando uma mímica de diversos aspectos que ocorrem na conversação… Eles estão usando muito bem a troca de turnos da fala, como se o primeiro falasse, pausasse e o outro respondesse… Há uma variação incrível nos seus timbres e tons. As sentenças e exclamações acabam enfaticamente e também podemos identificar algumas entonações de pergunta. Eles estão usando gestos para acompanhar as falas, muito parecido com que os adultos fazem. A distância do corpo deles está bastante apropriada para a maioria dos americanos; não tão perto, mas não tão longe.”

O fato é que esse vídeo nos coloca uma questão muito interessante: Como se aprende a habilidade da comunicação? Como se apropria de uma linguagem? O que esses meninos demonstram seria uma das etapas de aprendizagem?

Veja o vídeo e dê a sua opinião!

 

 [:en]

gemeos

Os bebês gêmeos conversam animadamente, mas eles só têm 1 ano. O que falam? Como se comunicam? Será isso uma linguagem? Será que realmente estão se comunicando?

O vídeo dos bebês gêmeos tão pequenos em interação nos faz pensar sobre a comunicação e a aprendizagem da linguagem.

Muitos especialistas analisaram o vídeo e algumas opiniões divergem sobre a existência de uma linguagem entre os irmãos. De qualquer forma, ninguém duvida que haja uma interação entre eles.

Um dos especialistas – o linguista Mark Liberman – que analisou as imagens indica que não se pode dizer que realmente haja uma linguagem, considerando a complexidade léxica que precisaria existir e impossível de se encontrar em poucas sílabas como as utilizadas.

Hope Dickinson, do Hospital de Boston, disse que os gêmeos estão: “demonstrando uma mímica de diversos aspectos que ocorrem na conversação… Eles estão usando muito bem a troca de turnos da fala, como se o primeiro falasse, pausasse e o outro respondesse… Há uma variação incrível nos seus timbres e tons. As sentenças e exclamações acabam enfaticamente e também podemos identificar algumas entonações de pergunta. Eles estão usando gestos para acompanhar as falas, muito parecido com que os adultos fazem. A distância do corpo deles está bastante apropriada para a maioria dos americanos; não tão perto, mas não tão longe.”

O fato é que esse vídeo nos coloca uma questão muito interessante: Como se aprende a habilidade da comunicação? Como se apropria de uma linguagem? O que esses meninos demonstram seria uma das etapas de aprendizagem?

Veja o vídeo e dê a sua opinião!

 

 [:]

Compartilhe
TEMAS
Para poder deixar seu comentário, por favor, identifique-se abaixo.

Posts Relacionados

Outros posts que podem interessar